28 de maio de 2017

Fases Cósmicas

Tenho meditado muito e sempre depois desse processo, eu percebo que está tudo ligado no universo, que eu tenho uma missão especial e que as pessoas me amam porque talvez eu fui abduzida, pois já está na hora de seguir para a luz, o outro plano. Um dia comecei a sentir que estava numa Matrix. Que todos eram bonequinhos, frutos de minha percepção (ela varia de ser para ser, novas realidades); frutos do momento de lá que começa a surgir para mim. Com isso, me perguntei: por quê estou nessa realidade? O que muitos se perguntam - chamamos de missão.

Percebi que "deus" colocou as pessoas, as árvores, preparou tudo. Colocou tudo para treino - como faz com todos - para eu ir aprendendo a lidar com as energias sutis e, ao mesmo tempo, já ir espalhando essa luz que passou a vir. No momento em que eu conseguir lidar 100% com essa energia, então transcenderei. Como disse, já estou à caminho. A próxima etapa é aprender a lidar com sentimentos. Daqui um certo tempo, irei ao Tibete, mas ainda tenho umas coisas para fazer. Para isso, terei de estar preparada para o longo processo de desencarne; como Buda fez, controlando as dores, a fome, enfim, as coisas palpáveis. Dessa maneira, então, sairei desta matrix (nada mais que um cenário de ensaio).

O mais interessante é sair deste plano aos poucos, pois a transição se torna menos dolorosa. Entretanto, temos uma energia gravitacional bem intensa que puxa a maioria de nós - como o sistema político/social/econômico. Com isso, a atenção da mente-espírito é direcionada à matéria. A mente-espírito ainda está se projetando na matéria, mesmo após a morte de seu corpo. Fica presa aqui, tendo que buscar um choque (transição) para ver a luz. Sendo assim, minha missão é mostrar-lhes como, através deles, pelo fato de já estar sob sua influência:

Precisamos levar nossa mente-espírito para lá, através de etapas, para que ela esteja preparada para o novo ambiente; a única maneira de fazer isso é dando adeus a esse mundo por meio do abandono gradual de coisas, sentimentos, pessoas. Deus preparou tudo isso para vermos, enquanto partículas individuais, o todo. Somos apenas um momento da eternidade nestes corpos individuais. Cumprindo com uma das infinitas etapas. Contribuindo para o ciclo. Procriando, nascendo, crescendo, envelhecendo, morrendo, virando adubo, dissolver-se na terra, compondo um planeta que irá se chocar com outro corpo celeste, gerando uma explosão que poderá ser uma estrela ou outro planeta, no qual energias boas depositadas nos mundos telúricos se atrairão pela luz. Por quê? O positivo representa o iluminado, a vida, então, é para lá que elas vão. O negativo será puxado pela escuridão, pois representa a densidade ou o adormecido e deve se preparar mais. A a profundidade e a escuridão são o caldeirão pra que isso aconteça. Desta maneira, deus colocou todos os instrumentos para ascendermos nessa etapa.

Nas infinitas fases do momento gravitacional, a energia que as direciona é uma espécie de ventre, profunda. Num determinado instante, o estímulo gravitacional começa a comprimir a matéria de tal forma, até que ela explode em chamas e luz. Algumas dessas estrelas se apagam, voltando para o ninho escuro. Novamente, a energia da matéria, do pesado, inicia o atrito da força gravitacional, dando início a todo o processo novamente. Podemos escolher em qual escala queremos ficar, podendo até mesmo permanecer em apenas uma, pra sempre. Sono eterno (escuro, parado - você não existe - e denso), Infinitas Reencarnações (reaproveitado de matéria das mais infinitas formas) e Vida eterna (luz, consciência, clarividência). Estamos livres para escolher e mudar. Em qualquer momento da eternidade. Mas o mais recomendável é cumprir com o ciclo

No meu caso, vou explicar como me sinto: é como se eu estivesse chegando perto da luz (isso não significa que ficarei lá para sempre), por isso tenho essa missão de distribuir essa luz e o conhecimento, estimulando naturalmente o escuro, afim de que ascendam. Isso é elevar a energia. Nessa existência, estou no momento de ascensão, ou seja, entre o processo; pela influência da luz. Isso soa como se eu estivesse "muito perto de deus", mas numa constante como o universo, isso para a eternidade é só um dos momentos.

Acredito que os centros das galáxias são como se fossem deuses, seres de eterna luz, pois estão bem no meio dos buracos brancos - luz e vida constantes. Assim como nascer deuses é menos frequente (embora o processo seja eterno), explodir galáxias também é. Nascem mais estrelas (anjos da guarda); e mais ainda, matéria escura (70% do universo), que representa as reencarnações materiais, densas (asteróides, planetas, seres que neles habitam...), bem como as almas escuras, inertes, ainda inconscientes. Mas não se preocupem: como é infinito, temos todo o tempo para alcançar a luz. A função desta Matrix, deste momento, é preparar-se. As pessoas que estão saindo da Matrix são as que estão colocando os valores de bem, paz e amor - características da próxima fase. Por isso somos metade telúricos e metade mente-espírito: estamos na dimensão da transição e devemos trabalhar a ascensão, através de esforços gravitacionais. Transcender é perceber o momento que estamos e o objetivo dele. Aprender e realizá-lo fará sua tarefa cumprida e ascender. Veja que momento maravilhoso estamos: o processo, o meio. Agora é preciso vislumbrar o que vem pra chegar lá. Entrar para a primeira das infinitas fases de luz do ciclo eterno. É preciso perceber o momento para se preparar. Por isso é importante saber que nossos corpos são apenas artefatos para aprimorarmos nossa mente-espírito agora, nosso modo de pensar. Aceitar que tudo será deixado aqui, após a elevação da consciência. Assim haverá adubo palpável para o ventre escuro gerar mais vida novamente.

0 comentários: